close
Share with your friends

Home    ›    Private Enterprise    ›    O legado duradouro das empresas familiares

Família e legado andam juntos e a maioria das empresas familiares desejam se conectar e contribuir para sustentar essa conquista ao longo das gerações. Uma maneira de fazer isso é compartilhar e manter tradições, marcos, histórias pessoais, crenças e princípios. Na empresa familiar, o legado é o tecido conectivo que une o propósito central da empresa, os valores da família e as realizações em várias gerações. Representa ativos tangíveis e intangíveis: os valores financeiro, social e emocional que a família acumulou.

Seguindo adiante

Na pesquisa de empresas familiares, o legado tem sido usado para explicar o empreendedorismo, o relacionamento com o cliente e a longevidade. Para ilustrar as conclusões da pesquisa STEP 2019 Global Family Business com experiências em primeira mão, a KPMG Private Enterprise e o STEP Project Global Consortium foram à fonte: líderes de empresas familiares em todo o mundo que se juntaram a nós para conversas sobre seus negócios. Eles enfatizaram que os legados da família e da empresa estão inexoravelmente interligados.

Os líderes também nos lembraram que o legado não é apenas olhar para trás e ver o que é valorizado do ponto de vista da empresa e da família, mas também olhar para frente e observar o que motiva as famílias a quererem continuar a construir esse valor para as futuras gerações.

Compartilhando mais do que recebe

O legado de cada família é tão único quanto a própria família. Pode ser uma linhagem, um nome, uma herança, uma entidade legal ou histórias de família, mitos e artefatos. Na maioria das empresas familiares, o legado também inclui os princípios, o propósito e os valores que sustentam a família e a empresa.

Como um membro da família de terceira geração e acionista de uma empresa de manufatura industrial no México nos explicou: “O legado é uma parte vital de nossa história que deve ser nutrida, protegida e desenvolvida, e é uma grande responsabilidade da família levá-la adiante. A pior coisa seria passar algo para a próxima geração que é menos do que o que você recebeu.”

As escolhas que uma geração faz afetarão as escolhas de todas as gerações seguintes. Assim, é importante para as gerações mais velhas "criar espaço" para a próxima geração assumir suas próprias decisões sobre como conduzirão o legado para o futuro.

Principais percepções

  • Na empresa familiar, o legado é o que une o propósito central da empresa, os valores da família e as realizações significativas em várias gerações.

  • O legado familiar normalmente inclui princípios, propósitos e valores que sustentam a família e a empresa.

Lições herdadas do passado

Pela sua própria natureza, a família é um agrupamento social estável que tem sido sustentado por toda a sociedade. Embora tenha havido transformações e variações ao longo do tempo, a família continua sendo uma “unidade que pode ser distinguida de outras formas de organização social”. Em contraste, os negócios são menos estáveis. Na verdade, algumas estatísticas dos EUA sugerem que mais da metade das novas empresas deixarão de existir dentro de seus primeiros cinco a dez anos. Faz sentido, portanto, que uma maneira comum de se referir ao seu legado de empresa familiar seja relacionar o impacto que o propósito, os valores e os princípios da família tiveram, e continuarão a ter, em seus negócios.

Embora o legado que é deixado para as gerações futuras seja geralmente bem-vindo e aceito como um "presente", a obrigação de levá-lo adiante pode ser vista como um fardo por alguns. Vários líderes com quem conversamos falaram sobre a “necessidade urgente” de a família se envolver no negócio para dar continuidade aos negócios e como isso pode se tornar uma grande responsabilidade e uma fonte de tensão.

No entanto, o Sr. Luiz Alexandre Garcia, presidente do Grupo Algar do Brasil, enfatizou que, embora sustentar a família e o legado em sua empresa seja uma obrigação relevante para os mais jovens, é importante que eles entendam sua responsabilidade como acionistas. Além de suas obrigações de propriedade, eles são incentivados a buscar outras ambições pessoais sem nenhum senso de dever de trabalhar na empresa. Se estiverem preparados para ter sucesso por seus próprios méritos fora da empresa familiar, serão incentivados a seguir seus próprios sonhos e interesses.

Principais percepções

  • A natureza pragmática da empresa familiar e sua prosperidade de longo prazo estão intimamente conectadas com a natureza "geradora" e as bases emotivas do legado da família, que é como as famílias codificam, transferem e traduzem seu legado através das gerações.

  • Quando o legado é aproveitado como um meio de aprender com o passado, ele cria melhorias contínuas nos processos empresariais e fortalece a conexão emocional entre a família e a empresa.

Oportunidade ou obrigação moral?

Uma empresa familiar é um ativo que tem valor em um determinado momento. Seu legado é o valor geracional que a família empresária contribuiu ao longo de vários anos. Esse legado não é algo simplesmente dado à próxima geração, mas uma responsabilidade que ela deve assumir para manter o sucesso do negócio e a reputação da família.

Receber um legado geralmente é visto como uma honra e um privilégio, e uma conversa sobre o legado pode ser muito positiva sobre “levá-lo adiante” e desenvolvê-lo. Contudo, também há uma apreciação pela significativa responsabilidade que vem com a continuidade dos negócios. Pode ser desafiador pensar sobre como alcançar o que seus pais ou avós alcançaram e como o fizeram com muito menos recursos à sua disposição. Serei tão bom quanto eles? Como posso continuar a honrar o que criaram?

A responsabilidade de ser um bom proprietário e administrador cresce exponencialmente a cada geração. Os fundadores que fracassam com uma ideia geralmente recomeçam. O ativo que as gerações futuras são responsáveis ​​por levar adiante, muitas vezes, envolve mais pessoas, e o impacto de seu sucesso ou fracasso pode ser mais substancial como resultado.

Não há como voltar atrás, mas também nem sempre é fácil seguir em frente. Embora possa haver diferentes pontos de vista entre as diferentes gerações sobre como gerenciar o negócio, há uma coisa que permanece constante: o desejo de manter e fazer crescer o negócio e o legado da família. Mesmo para familiares que não trabalhem na empresa, o legado é uma responsabilidade que cada geração deve perpetuar para disseminar os princípios e os valores da família e da empresa, bem como as obrigações de ser proprietário.

Principais percepções

  • O desejo de preservar o legado da empresa familiar pode ser um ativo ou um passivo para a empresa familiar, dependendo de como se traduz em práticas corporativas.

  • Enquanto a maioria das gerações futuras vê o legado como um "presente" a ser preservado, alguns veem a obrigação de levar o legado adiante como um fardo.

The enduring legacy of business family - Quote Andrea

Sustentando um legado de valores

Há uma clara sobreposição entre os valores que representam a família e como eles são estendidos para criar e sustentar o legado da empresa familiar.

Em nossas entrevistas, os membros da família viram sua identidade familiar refletida em suas atividades empresariais. O Sr. Luiz Alexandre Garcia, presidente do Conselho de Administração do Grupo Algar e terceira geração da família, descreveu desta forma: “O Grupo Algar atua há 90 anos em campos diferentes e o negócio mudou muito desde então. Mas os princípios, o propósito e os valores da empresa nunca mudaram. Esse é o nosso legado principal. É o que trouxe a organização à sua posição hoje e o que nos levará ao futuro.”

Dada a importância dos valores familiares, estávamos interessados ​​em compreender o impacto do modelo de negócios emergente de “propriedade familiar, mas não administrada pela família”. Um CEO recém-contratado e não familiar no México explicou que vê o legado da família como um "farol" para a gestão. A questão para os gerentes não é simplesmente "para onde queremos ir?" mas também “como queremos chegar lá?”.

O propósito, os princípios e os valores da família são os pilares que conduzem o futuro da empresa. Ele entende a importância crítica para a administração continuar a abraçar o espírito pioneiro e inovador que a geração fundadora incorporou.

Principais percepções

  • Os membros da família costumam referir-se ao legado de seus negócios em relação ao impacto que o propósito, os valores e os princípios da família têm na importância da organização.

  • Em empresas familiares lideradas por um CEO não familiar, a clareza do propósito, dos princípios e dos valores será o guia de como as decisões são tomadas e como a empresa é administrada.

Objetivo e filantropia para alcançar um significado duradouro

Muitas empresas familiares criam e sustentam seus legados fazendo contribuições significativas para as comunidades ao seu redor. Frequentemente, isso assume a forma de atividades filantrópicas com membros da família e seus negócios retribuindo à sociedade por meio de contribuições financeiras a organizações que são importantes para eles. Muitos também fazem "presentes em espécie", doando seu tempo e compartilhando sua experiência em conselhos comunitários e de caridade.

Em várias de nossas entrevistas, aprendemos sobre as contribuições substanciais que muitos líderes e várias gerações de seus familiares estão fazendo para iniciativas sociais de longo prazo, refletindo os valores e o propósito da família de maneiras consequentes.

O envolvimento nas questões sociais que o Grupo Urrea do México tem mostrado ao longo de sua história, por exemplo, começou com as ações realizadas por seu CEO, Raúl Urrea Avilés, em meados da década de 1950. A seu ver, o indicador perfeito do sucesso da organização era uma comparação entre o bem-estar da empresa e o de seus funcionários. Ele se tornou presidente da Confederação dos Empregadores da República Mexicana (Coparmex) e trabalhou com a Confederação dos Trabalhadores Mexicanos para criar o Instituto de Bem-Estar Social de Jalisco, fornecendo moradia digna aos trabalhadores da região.

O compromisso do Grupo Urrea com os trabalhadores continua até hoje e legados como este geram um compromisso tangível com a responsabilidade social corporativa que, muitas vezes, se torna o fio fortemente tecido que une as famílias através das gerações.

Olhando para trás para seguir em frente

A maioria de nós gostaria de saber que contribuímos com algo para o mundo e a vida de outras pessoas que vale a pena ser lembrado e levado adiante. Como acontece com muitos aspectos da empresa familiar, criar e manter um legado significativo tem um valor adicional. Além de representar as conquistas do negócio, é também um reflexo do caráter de toda a família e do que eles desejam transmitir para as futuras gerações manterem e se adaptarem.

Por meio de nossas conversas com líderes familiares e membros de suas famílias em todo o mundo, obtivemos percepções práticas sobre como as famílias estão usando seu conhecimento e suas experiências acumuladas para fortalecer seus negócios. Vimos como os valores da família continuam a ser incorporados em seus negócios e sua motivação não apenas para estender sua família e legados de negócios, mas para nutrir e orientar sua evolução contínua.

Isso reforça nosso entendimento de como a estabilidade da família como organização social está sendo alavancada para apoiar e sustentar as empresas familiares. É claro que os legados familiares e empresariais são importantes uns para os outros e para cada geração que os recebe como um presente.

The enduring legacy of business family-Quote Tom

Por meio de nossos debates com líderes de empresas familiares, aprendemos como a transferência de seus valores para os negócios continua a ser fundamental para a família e o legado empresarial. Embora isso possa ser visto como um fardo ou um desafio por alguns, fomos incentivados a ouvir da maioria que a oportunidade de levar esses negócios adiante é um forte motivador e uma oportunidade a ser abraçada.

Esperamos que isso incentive mais empresas familiares a continuar a unir o propósito de seus negócios e os valores da família para um legado duradouro, inspirando as próximas gerações.