close
Share with your friends

Empresas com presença extensiva ou vínculos directos com as áreas afectadas devem tomar acções imediatas para avaliar a exposição organizacional, posicionando-as para apoiar adequadamente os principais interessados, funcionários e clientes.

 

Proteja pessoas e clientes

  • Tire partido da experiência dos RH para garantir o bem-estar mental e físico dos funcionários, através da disponibilização de orientações aos funcionários que vivem nas áreas afectadas e da avaliação das políticas de viagem aplicadas em toda a empresa.
  • Exerça a melhor prática de responsabilidade social empresarial em relação à estabilidade dos funcionários, meio ambiente, sociedade e economia em geral, procurando formas de apoiar os esforços de resposta.
  • Desenvolva um plano de contingência para os funcionários afectados que pode incluir contingências para maior automação, providências para trabalho remoto, ou outros recursos flexíveis em resposta às restrições de pessoal.
  • Tire partido da tecnologia interna e externa disponível para ajudar na colaboração e equipar os funcionários com as ferramentas necessárias para trabalhar de forma remota, tanto nas áreas afectadas como com indivíduos nas áreas afectadas, da forma mais perfeita possível.
  • Atribua uma ponderação de alto risco a clientes de países menos preparados e àqueles que são críticos para os esforços de resposta (por ex. hospitais), dando assim prioridade à escassa capacidade de resposta.
  • Seja cauteloso quanto ao preço adequado de bens essenciais, tais como higienizador de mãos e máscaras faciais, durante o período de crise. As autoridades de concorrência estão a acompanhar de perto as empresas que cobram de forma indevida.1

Avalie o risco do fornecedor

  • Estabeleça uma equipa de resposta a crises para facilitar o fluxo aberto e consistente de informações precisas entre os principais stakeholders, mantendo a confiança dos mesmos e informando os clientes que serão afectados.
  • Constitua uma equipa de foco na avaliação da cadeia de fornecedores e na gestão de riscos. Esta equipa deverá ser capaz de reconfigurar os fluxos nacionais e internacionais da cadeia de fornecimento, sempre que possível, recorrendo a modos alternativos de transporte e efectuando “trade-offs” de acordo com as necessidades, custos, serviços e análise de cenários de risco de todas as opções viáveis.
  • Faça o mapeamento da importância crítica dos materiais de origem para produtos de alto valor e fluxos de rendimento. Identifique os componentes e matérias-primas com maior impacto nos fluxos de rendimento, ajudando a garantir que a escassa capacidade seja distribuída de forma sensata.
  • Analise os contratos com os principais clientes e fornecedores para compreender a responsabilidade em caso de escassez de fornecimento.
  • Determine a exposição através da identificação do inventário actual e do inventário de reserva, do estabelecimento de transparência entre níveis e de planos de acção a curto prazo.
  • Faça uma avaliação da cadeia de valor de outros factores de risco que possam aumentar os custos (isto é, a escassez de transporte pode aumentar os custos, à medida que as empresas de transporte vêem uma oportunidade de aumentar o lucro) e ter impacto nas capacidades de serviço e inventário, tomando medidas pró-activas para fazer face à escassez prevista, tais como o possível planeamento prévio do transporte.
  • Avaliar de forma agressiva as opções “near-shore” como salvaguarda potencial para estreitar as cadeias de fornecimento através do aumento da proximidade com os clientes.

Faça a gestão do fundo de maneio e dos planos de negócios

  • Analise o fluxo de caixa, a gestão do fundo de maneio e as previsões de inventário, juntamente com as previsões de oferta e procura.
  • Entenda como a estabilidade financeira pode ser afectada por novas quedas e restrições no acesso ao financiamento.
  • Analise o Planeamento de Vendas e Operações em toda a empresa e os Planos de Negócios Integrados para ajudar a assegurar que o planeamento táctico e estratégico do negócio está em sincronia entre todas as funções da empresa.
  • As empresas com ambientes ricos em dados podem beneficiar de recursos em aquisições, operações e I&D, recorrendo a simulações avançadas para ajudar a identificar os melhores” trade-offs” de desempenho na crise actual.


Nota de rodapé: 1«Coronavirus: Retailers warned not to ‘exploit’ consumers’ fears», 5 de Março de 2020, BBC News