Governança Corporativa

Desde 2004, o ACI Institute Brasil contribui para desenhar e fortalecer disseminar e fortalecer as boas práticas de governança corporativa no Brasil.

Em destaque

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais - 16ª edição

Leia mais
Novas regulamentações, segurança cibernética e mudança de comportamento dos clientes são alguns dos fatores que impõem transformações nas organizações.

Gerenciamento de Riscos

Insights sobre o cenário de riscos no mundo corporativo

Gerenciamento de riscos - 7ª edição Leia mais

Top Emerging Risks 2022 Leia mais

Gerenciamento de riscos, fundamental para a perenidade do negócio Leia mais

Agenda de Prioridades para 2022

Temas que devem estar nas agendas de prioridade de Conselhos e Comitês ao longo do ano

Conselhos de Administração: prioridades para a agenda de 2022 Leia mais

Comitê de Auditoria: prioridades para a agenda de 2022 Leia mais

Governança Familiar

A evolução nos negócios e nas práticas de governança corporativa nas empresas familiares brasileiras

Pesquisa Retratos de Família – 4ª edição Leia mais

A evolução das empresas familiares no Brasil Leia mais

Empresas Familiares: a agenda do Conselho de Administração Leia mais

Diversidade nos Conselhos de Administração: Pesquisa Global

Diversidade nos Conselhos de Administração: Pesquisa Global

Leia mais
Para entender melhor como membros de conselhos de administração e comitês percebem os desafios e as oportunidades para aumentar a diversidade na alta administração, o ACI Institute e o Board Leadership Center, ambas iniciativas da KPMG, realizaram uma pesquisa global com mais de 700 conselheiros e membro de comitês, sendo 89 do Brasil.

Resposta a crises e COVID-19

A prontidão da empresa e a resposta a crises devem estar alinhadas a uma boa gestão de riscos para que seja possível responder rapidamente às mudanças

Assembleias virtuais Leia mais

Pesquisa Covid-19 - 3ª Edição Leia mais

Os negócios no pós-pandemia e os efeitos na governança corporativa Leia mais

ACI Institute comemora 15 anos junto a conselheiros Quinze anos criando conexões em espaços de discussões que promovem a troca de conhecimento e disseminam a importância da governança corporativa. Confira os destaques da comemoração

Futuro do ambiente de trabalho - 77ª Mesa de Debates do ACI Institute do Brasil Trecho do webcast da 77ª Mesa de Debates do ACI Institute, realizada em 9 de setembro de 2021. Confira

ACI Institute: 15 anos compartilhando conhecimento Charles Krieck, presidente da KPMG no Brasil, comenta a importância da criação de espaços de debate com as empresas. Confira mais

76ª Mesa de Debates do ACI em foco | Riscos geopolíticos Assista trechos do Webcast da 76ª Mesa de Debates do ACI Institute, ocorrido em 2 de junho de 2021. Confira mais

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 15ª edição

Esta edição do estudo evidencia o avanço e a importância das práticas de governança corporativa nas empresas abertas brasileiras.

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 14ª edição

O presente estudo é um retrato da governança nas companhias abertas brasileiras, muitas delas com a obrigação de cumprir com o padrão mais elevado de governança.

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 13ª edição

Os dados para este levantamento foram coletados dos Formulários de Referência, divulgados em 2018

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 12ª edição

Os resultados deste levantamento têm como base as informações disponibilizadas nos Formulários de Referência divulgados em 2017

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 11ª edição

Um panorama atual das empresas abertas, com base nos seus Formulários de Referência 2016/2017

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 10ª edição

Um panorama atual das empresas abertas, com base nos seus Formulários de Referência 2015/2016

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 9ª edição

Um panorama atual das empresas abertas, com base nos seus Formulários de Referência 2014/2015

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 8ª edição

Um panorama atual das empresas abertas, com base nos seus Formulários de Referência 2013/2014

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 7ª edição

Um panorama atual das empresas abertas, com base nos seus Formulários de Referência 2012/2013

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 6ª edição

Um panorama atual das empresas abertas, com base nos seus Formulários de Referência 2011/2012

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 5ª edição

Um panorama atual das empresas abertas, com base nos seus Formulários de Referência 2010/2011

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 4ª edição

Um panorama das corporações brasileiras na BM&FBOVESP e nas Bolsas norte-americanas Versão 2009/2010

Acesse o estudo

A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais – 3ª edição

Um panorama atual das corporações brasileiras na Bovespa e nas Bolsas norte-americanas 2008

Acesse o estudo

2º Estudo Sobre as Melhores Práticas de Governança Corporativa no Brasil e nos Estados Unidos - 2007 Base

Acesse o estudo

Estudo dos 20-Fs das Empresas Brasileiras - 2006

O estudo baseou-se nos Formulários 20-F referentes aos exercícios sociais encerrados em 31 de dezembro de 2005, e arquivados na SEC em 2006

Acesse o estudo

Prioridades para Conselhos e Comitês

Conselhos de Administração: prioridades para a agenda de 2022

Fatores ESG, gestão de talentos e visão de longo prazo estão entre os principais pontos de atenção para os conselheiros.

Acesse o estudo

Comitê de Auditoria: prioridades para a agenda de 2022

Demonstrações financeiras, controles internos, ESG e cibersegurança estão entre as prioridades para comitês de auditoria.

Acesse o estudo

Conselho de Administração: Prioridades para 2021

O cenário de desafios e riscos para os Conselhos de Administração inclui, dentre outros fatores, a continuidade da pandemia da Covid-19, recessão econômica, eventos climáticos extremos, movimentos sociais e crescente polarização política.

Acesse o estudo

Comitê de Auditoria: Prioridades para 2021

Os Comitês de Auditoria continuarão a enfrentar desafios sem precedentes em 2021, tais como a pandemia, recessão econômica, eventos climáticos extremos e um panorama de crescente polarização política.

Acesse o estudo

Comitê de Nomeação e Governança: Prioridades para 2021

O ano de 2020 foi uma prova de agilidade e resiliência, uma vez que diferentes Conselhos e Comitês tiveram que se adaptar rapidamente para enfrentar, de maneira assertiva e estratégica, os desdobramentos provocados pela pandemia da Covid-19.

Acesse o estudo

Conselho de Administração: Prioridades para a agenda de 2020

Como em todo início de ano, os Conselhos de Administração enfrentam a árdua tarefa de priorizar a sua agenda de reuniões, considerando tantos assuntos, desafios e metas atreladas às suas atividades e às responsabilidades da sua função. 

Acesse o estudo

Comitê de Auditoria: Prioridades para a Agenda de 2020

Priorizar uma densa pauta de trabalho como a do Comitê de Auditoria nunca é uma tarefa fácil, e em 2020 será particularmente desafiador. O Comitê de Auditoria está trabalhando em um contexto de volatilidade global e de incerteza econômica.

Acesse o estudo

Conselho de Administração: Prioridades para a Agenda de 2019

A revolução nos negócios derivada das inovações tecnológicas e digitais, o forte escrutínio sobre a cultura corporativa, a crescente demanda por uma maior abordagem nas questões ambientais e sociais e as expectativas dos investidores por um maior engajamento, diversidade e criação de valor a longo prazo irão direcionar o posicionamento da empresa no futuro.

Acesse o estudo

Comitê de Auditoria: Prioridades para a Agenda de 2019

Entre os principais desafios e pressões estão a incerteza econômica num longo prazo (afetada pelas crescentes tensões comerciais, aumento do endividamento e a valorização dos ativos), avanços tecnológicos e as disrupções dos modelos de negócio, risco cibernético, pressões regulatórias, demanda dos investidores por maior e melhor transparência e os aspectos geopolíticos.

Acesse o estudo

Conselho de Administração: Prioridades para a Agenda de 2018

As pautas do Conselho de Administração devem se tornar mais complexas — as implicações revolucionárias da tecnologia e da inovação digital, o forte escrutínio sobre a cultura corporativa, a crescente demanda pelas questões ambientais e sociais (ESG-Environmental, Social & Governance), as expectativas do investidor por uma maior diversidade e engajamento do Conselho de Administração e seu desempenho no longo prazo defi nirão o posicionamento da empresa no futuro.

Acesse o estudo

Comitê de Auditoria: Prioridades para a Agenda de 2018

Demonstrações contábeis, informações ao mercado, compliance, gerenciamento de riscos e ambiente de controles internos continuarão sob escrutínio — seja pela incerteza econômica, pelos avanços tecnológicos e disrupções no modelo de negócios, pelos riscos cibernéticos, pelo ambiente altamente regulatório, pela demanda crescente dos investidores por maior transparência e, evidentemente, pelas mudanças políticas no Brasil e no mundo. Pautas objetivas, mas fl exíveis — que levam em conta a prioridade e a importância dos assuntos que devem ser incluídos na agenda do Comitê de Auditoria — serão fundamentais.

Acesse o estudo

Conselho de Administração: Prioridades para a Agenda de 2017

A performance das empresas ainda demandará atenção a alguns itens essenciais – gerenciamento dos riscos mais significativos, inovar e obter benefícios das novas oportunidades e a execução do plano estratégico. Todavia, o seu contexto tem mudado rapidamente – e profundamente – à medida que avanços tecnológicos, rupturas dos modelos tradicionais de negócio, alta expectativa e ativismo dos investidores e demais stakeholders, e a volatilidade e as mudanças políticas globais desafiam as empresas e seus Conselhos de Administração a repensarem o planejamento e a execução da estratégia, e o papel dos líderes neste processo.

Acesse o estudo

Comitê de Auditoria: Prioridades para a Agenda de 2017

As demonstrações financeiras e demais informações divulgadas ao mercado, bem como os seus respectivos processos de elaboração, o compliance, o gerenciamento de riscos e o ambiente de controles internos continuarão sendo os temas de maior desafio aos comitês de auditoria, seja pelo lento crescimento econômico e as incertezas geopolíticas, pelos avanços tecnológicos e a ruptura dos modelos de negócios, o risco cibernético, a maior atuação dos órgãos reguladores e o crescente ativismo dos investidores exigindo transparência e melhoria nas práticas de governança corporativa.

Acesse o estudo

Publicações do ACI e da KPMG

Diversidade no foco das empresas

Leia mais

Retrato da Conselheira no Brasil

Leia mais

Diversidade nos Conselhos de Administração: Pesquisa Global

Leia mais

O perfil dos conselheiros de administração, conselheiros fiscais e membros de Comitês de Auditoria

Leia mais

Building Back Better: uma perspectiva do Conselho de Administração

Leia mais

Pesquisa Covid-19 3ª edição

Leia mais

Especial Covid-19 Atravessando a pandemia

Leia mais

Os desafios do Comitê de Auditoria no pós-pandemia

Leia mais

Pesquisa Covid-19 – 2ª edição

Leia mais

Assembleias virtuais

Leia mais

Os negócios no pós-pandemia e os efeitos na governança corporativa

Leia mais

Como calibrar as atividades durante a pandemia da Covid-19

Leia mais

Pesquisa Covid-19 1ª edição

Leia mais

Informe sobre o Código Brasileiro de Governança Corporativa (ICVM 586)

Leia mais

Perfil dos Conselheiros Fiscais

Leia mais

Ferramentas e boas práticas

KPMG Audit Committee Guide

Edição de 2021 do guia de referências práticas para membros de Comitês de Auditoria e equipes de apoio.

Leia mais

Mapa interativo

Explore a nossa rede global

Contate o ACI

ACI Institute Brasil
CEO do ACI Institute Brasil
Sócio de Consultoria em Riscos e Governança Corporativa da KPMG
Sócia-diretora do ACI Institute e de Markets da KPMG Brasil