• 1000

Um levantamento realizado pela KPMG mostrou que as empresas brasileiras realizaram 804 operações de fusões e aquisições no primeiro semestre de 2021 – um aumento de mais de 55% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando foram fechados 514 negócios.

Segundo a publicação, trata-se do melhor semestre dos últimos dez anos. O resultado indica uma mudança no cenário de incertezas nos negócios, resultante dos impactos da pandemia. Para o estudo, com a recuperação e retomada gradual da economia no primeiro semestre deste ano, as empresas têm buscado opções para investir e crescer no Brasil.

Neste sentido, o estudo indica que muitas operações que não foram realizadas no ano passado em função da pandemia estão sendo concretizadas este ano. Esta mudança de cenário resultou em um primeiro semestre aquecido para os negócios.

Operações domésticas em alta

Entre as 804 transações concretizadas nos primeiros seis meses deste ano, 524 foram do tipo doméstica (realizada entre empresas brasileiras) e 256 do tipo CB1 (empresas estrangeiras adquirindo companhias estabelecidas no Brasil).

Segundo o relatório, este foi o melhor semestre da história, tanto para as transações domésticas quanto para as transações CB1, desde o início da realização da pesquisa.

Empresas de internet e TI lideram as fusões e aquisições

As empresas de internet continuam liderando o ranking setorial de fusões e aquisições, seguidas por companhias de tecnologia da informação, instituições financeiras e lojas de varejo.

Confira os dez principais setores em números de operações de fusões e aquisições, realizadas no primeiro semestre de 2021:

setores  números de operações de fusões e aquisições
Empresas de internet  268
Tecnologia da informação (TI) 131
Instituições financeiras 92
Lojas de varejo 29
Serviços para empresas 25
Imobiliário 22
Telecomunicações e mídia 22
Hospitais e laboratórios de análises clínicas 22
Companhias energéticas 21
Educação 20

São Paulo concentra mais da metade das operações

O levantamento da KPMG mostra ainda que o estado de São Paulo lidera o número de operações realizadas no primeiro semestre de 2021, concentrando mais da metade das fusões e aquisições que aconteceram no Brasil durante o período.

Os estados brasileiros com os maiores números de transações realizadas no primeiro semestre deste ano são: 

Document
  • São Paulo (SP): 446
  • Rio de Janeiro (RJ): 78
  • Paraná (PR): 65
  • Rio Grande do Sul (RS): 52
  • Minas Gerais (MG): 48
  •  Santa Catarina (SC): 35

Confira estas e outras informações no estudo completo.

Para mais artigos e publicações, acesse a página de insights da KPMG.

Veja outros artigos da KPMG no Brasil

Entre em contato conosco

Meu perfil

Conteúdo exclusivo e personalizado para você

Sign up today

conecte-se conosco