• 1000

A publicação KPMG Connected Enterprise for Insurance traz uma espécie de guia para orientar empresas do setor de seguros no caminho da transformação digital. De acordo com o estudo, as seguradoras estão avançando em direção a tendências de mercado convergentes, que apontam que a disrupção e a mudança vieram para ficar.

O guia sinaliza que as seguradoras devem priorizar uma abordagem construída em torno do cliente. Neste sentido, em função da crescente competitividade entre as empresas do segmento, a publicação também reforça a importância de responder às novas expectativas do consumidor com agilidade e flexibilidade. 

Transformação digital das seguradoras: Tendência inevitável

De acordo com o relatório, as seguradoras devem se fortalecer e se preparar para lidar com as “tendências inevitáveis”. Isso significa, resumidamente, que elas precisam abraçar a transformação digital conectando-se aos seus clientes, parceiros, colaboradores e demais stakeholders.

A publicação propõe ainda que as seguradoras integrem o front, middle e back offices, por meio de seus recursos e sistemas, de forma a oferecer um atendimento integrado com as áreas que mantém pontos de contato com os clientes. 

Oito competências essenciais para a transformação digital

Na publicação, algumas ações são sugeridas para a digitalização das seguradoras. Dentre elas, o desenvolvimento de oito competências: 

  • Estratégias e ações baseadas em insights;
  •  Produtos e serviços inovadores;
  • Foco na experiência por design;
  • Interações e comércio transparentes;
  • Operações responsivas;
  •  Força de trabalho alinhada e capacitada;
  • Arquitetura tecnológica habilitada digitalmente;
  • Ecossistema integrado de parceiros e alianças.

Cada uma dessas capacidades é explicada e detalhada no guia. Além disso, o estudo também enfatiza que as empresas verdadeiramente conectadas usam cinco ‘lentes’ diferentes para traçar o caminho certo dentro dos limites de um ambiente regulamentado. Essas lentes são:

  • Conectar-se aos clientes com propostas de valor, oportunidades e interações atraentes;
  • Conectar e capacitar os colaboradores para cumprir a promessa do cliente;
  • Conectar o front, middle e back offices para cumprir a agenda de crescimento do cliente;
  • Conectar o ecossistema de parceiros de negócios para cumprir os compromissos assumidos com os clientes;
  • Realizar tudo isso dentro de um ambiente regulamentado, com grandes expectativas dos reguladores e do público em geral.

Confira estas e outras informações no estudo completo.

Para mais artigos e publicações, acesse a página de insights da KPMG.

Saiba mais

Entre em contato conosco

conecte-se conosco