Conduzida com 200 líderes que atuam no setor de saúde em âmbito global, a primeira edição da pesquisa Healthcare CEO Future Pulse, elaborada pela KPMG International, aborda, em especial, os desafios enfrentados pelos sistemas de saúde e as expectativas para o futuro.  

A análise traz importantes informações para que as lideranças tenham a oportunidade de refletir acerca das transformações que devem impactar esse segmento nos próximos anos e, consequentemente, a sociedade de forma geral. 

Os assuntos tratados abrangem, dentre outros aspectos apontados pelos CEOs, os reflexos da covid-19, as preocupações com a força de trabalho, a digitalização no setor de saúde, a importância das parcerias e o foco no paciente, no atendimento e nos modelos de entrega.

Principais insights da pesquisa:

  • 80% dos executivos acreditam que o setor de saúde precisa de disrupções e mudanças.
  • 70% esperam que os hospitais evoluam, transformando-se em “centros de saúde”, isto é, em estruturas completas, que permitam prestar a maior parte dos cuidados diretos.
  • 63% dos entrevistados acreditam que é importante mudar a prestação de cuidados de hospitais e instalações de cuidados para ambientes comunitários.
  • 79% estimam que, nos próximos três anos, todos os aspectos dos modelos de prestação de cuidados serão transformados. 

Talentos e recursos são prioridade no setor de saúde

No que se refere a talentos e recursos, as preocupações destacadas pelos CEOs são a capacidade de atender à demanda, o impacto de novos modelos operacionais na equipe, o apoio ao bem-estar da força de trabalho e o recrutamento de novos talentos.

Um percentual de 67% dos líderes do setor de saúde reconhece a necessidade de se concentrar mais intensamente nos talentos e recursos, e 84% acreditam que as transformações necessárias só acontecerão se os prestadores de cuidados forem adequadamente incentivados.

Os reflexos da pandemia de covid-19

A pesquisa Healthcare CEO Future Pulse conclui que os líderes estão enfrentando um problema clássico de fazer mais com menos, resistindo a grandes choques.

É evidente que a pandemia acarretou desafios sem precedentes para os sistemas de saúde em nível mundial, mas também demonstrou como este setor é fundamental, bem como tem uma relevância sem precedentes para qualquer país.

As conversas com os CEOs revelam, ainda, que os ventos da mudança estão afetando o setor de saúde como nunca havia acontecido antes. Portanto, mais do que nunca, as organizações precisam de lideranças holísticas, flexíveis e voltadas para o futuro.

Saiba mais

Entre em contato conosco

Meu perfil

Conteúdo exclusivo e personalizado para você

Sign up today

conecte-se conosco