close
Share with your friends

Para entender quais são os riscos e as oportunidades para o setor de mineração em âmbito global, a KPMG conduz anualmente a “Pesquisa Global de Riscos e Oportunidades em Mineração 2021” (“KPMG Global Mining Risk Survey”) . Essa análise busca compreender a visão dos principais líderes do segmento em aspectos relacionados aos riscos que enfrentam, as estratégias que utilizam para garantir os seus objetivos, o nível de adoção tecnológica e as perspectivas para o crescimento de suas organizações e do setor como um todo.

Este ano, a pesquisa contou com a participação de 29 executivos de empresas de mineração sul-americanas, provenientes ou baseadas nos seguintes países: Argentina (2), Bolívia (1), Brasil (19), Colômbia (1), Chile (2), Equador (1) e Peru (3). As organizações participantes são majoritariamente produtoras de minerais - das 29, apenas quatro são prestadoras de serviços de mineração (todas de origem brasileira) - dedicadas especialmente à extração e produção de metais básicos, ferro, ouro e outros produtos metálicos. Sobre o faturamento das organizações, 72% dos líderes afirmaram pertencer a empresas com capitalização de mercado inferior a US$ 10 bilhões, com os 28% restantes (8 empresas) fazendo parte de organizações com capitalização superior a este valor (US$ 10 bilhões).

De maneira geral, os resultados da pesquisa apontam que, os riscos associados aos preços das commodities, a pandemia, as incertezas econômicas, o financiamento e o cumprimento dos princípios ESG continuam sendo prioridades para a maioria das empresas de mineração que atuam na região.

Meu perfil

Conteúdo exclusivo e personalizado para você

Sign up today

conecte-se conosco