Comitê de Auditoria: prioridades para 2021

Comitê de Auditoria: prioridades para 2021

Priorizar temas estratégicos será essencial ao longo deste ano, visto que o cenário de incertezas ainda permanece, exigindo resiliência dos Comitês de Auditoria.

Conteúdo Relacionado

Comitê de Auditoria: prioridades para 2021

Os Comitês de Auditoria continuarão a enfrentar desafios sem precedentes em 2021 e muitos reflexos dos acontecimentos do ano passado, tais como a pandemia, recessão econômica, eventos climáticos extremos e um panorama de crescente polarização política. A volatilidade global – que inclui tensões comerciais e geopolíticas – complementa esse cenário.

De forma geral, a situação que se desenha é desafiadora e, por esse motivo, é essencial que o Comitê de Auditoria esteja preparado estrategicamente para atravessar 2021 com resiliência e, dessa forma, assegurar, além da transparência, a sustentabilidade dos negócios.  

Confira as 7 prioridades para a agenda dos Comitês de Auditoria

1. Rever a agenda e a carga de trabalho do Comitê de Auditoria;

2. Monitorar as demonstrações financeiras e os impactos da Covid-19 nas divulgações da empresa;

3. Reforçar a qualidade da auditoria independente e compreender os impactos da Covid-19 na realização do seu trabalho;

4. Atuar em conjunto com a gestão para reavaliar e supervisionar o escopo e a qualidade dos relatórios e divulgações sobre ESG e sustentabilidade;

5. Entender como a tecnologia está impactando o talento, a eficiência e a geração de valor da área financeira (incluindo a contabilidade);

6. Ajudar a garantir que a auditoria interna permaneça focada nos riscos mais críticos, incluindo aqueles decorrentes da pandemia; e

7. Reforçar o foco na ética, no compliance e no canal de denúncias da empresa, reconhecendo o aumento da pressão sobre os funcionários.

O Comitê de Auditoria e os aspectos ESG

A demanda por informações e maior transparência sobre questões de Environmental, Social and Governance (ESG) tem sido crescente. Essa exigência advém, sobretudo, de investidores com grande influência nas assembleias de acionistas e nas eleições dos conselheiros das companhias.

Portanto, os comitês de auditoria devem encorajar a gestão a reavaliar o escopo e a qualidade do relatório de sustentabilidade e demais divulgações sobre ESG, incluindo benchmarking com o mercado, consideração das metodologias utilizadas pelos avaliadores (que podem variar) e indicadores utilizados para o ESG.

Acesse a publicação Comitê de Auditoria: prioridades para a agenda de 2021 e confira mais informações acerca dos temas considerados prioritários e estratégicos.  

©2021 KPMG Auditores Independentes Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada e firma-membro da organização global KPMG de firmasmembro independentes licenciadas da KPMG International Limited, uma empresa inglesa privada de responsabilidade limitada. Todos os direitos reservados.
O nome KPMG e o seu logotipo são marcas utilizadas sob licença pelas firmas-membro independentes da organização global KPMG.

conecte-se conosco

 

Quer fazer negócios com a KPMG?

 

loading image Pedido de proposta

Meu perfil

Conteúdo exclusivo e personalizado para você

Sign up today