O Brasil tem hoje 309 startups que atuam na área de regulação, trazendo inteligência e tecnologia para o atendimento das demandas regulatórias. A região Sudeste domina geograficamente com mais de 66% das startups - a maioria das empresas não tem mais de 20 profissionais -, seguido pelo Sul, que detém mais de 22%.

Os dados mencionados fazem parte do estudo “Inovação e Estratégia Regulatória | RegTech 2020”, elaborado pela KPMG em parceria com a Distrito.

Um dos destaques da pesquisa é que houve um boom de negócios inovadores surgindo no mercado regulatório nos últimos anos. Para se ter uma ideia, em 2013, o Brasil tinha 113 startups criadas. Em 2017, esse número saltou para 281. 

Startups: a importância da inovação e da estratégia regulatória

A regulação é um fator determinante para o sucesso dos negócios, e ganha cada vez mais relevância estratégica e espaço na agenda de conselheiros, presidentes e líderes da sociedade.

Além disso, a tecnologia e a inovação aplicadas à regulação facilitam e aceleram os negócios, que transformam a sociedade (e as leis). Assim, as RegTechs são a materialização da inovação e da tecnologia, aplicadas para os ambientes regulamentados com agilidade e responsabilidade.

Esses são alguns dos insights da pesquisa Inovação e Estratégia Regulatória | RegTech 2020. Clique abaixo para baixar o material e conferir mais informações sobre o universo de startups. 

Contatos

conecte-se conosco