close
Share with your friends

O 5G é uma virada de jogo, é o poder por trás da Indústria 4.0. Ele conectará tudo e todos e liberará o potencial de tecnologias como IA, IoT, AR/VR e robótica.

O 5G está definido para trazer avanços impressionantes para setores como saúde, manufatura, serviços financeiros, mobilidade, logística, tecnologia e varejo. E é um investimento gigantesco para as empresas de telecomunicações, que gastarão cerca de US$ 1 trilhão na implantação do 5G nos próximos cinco anos.

Ainda assim, o 5G não está atingindo o ponto ideal para os investidores, o que representa um dilema para as empresas de telecomunicações, que precisam de financiamento para implementar seus ambiciosos planos de capital.

O que está por trás do ceticismo do investidor?

Profissionais da KPMG realizaram uma análise detalhada das estratégias com base nas comunicações públicas das 14 maiores empresas de telecomunicações do mundo e reuniram as reações da comunidade de investidores por meio de uma pesquisa com investidores 5G divulgada em 2019. Também falamos com figuras importantes em ambos os campos.

Primeiro, as boas notícias.

Uma proporção significativa de investidores (44 por cento) acredita que o 5G sustentará a Indústria 4.0 – e o restante é neutro. Eles acreditam que o 5G é mais do que as evoluções anteriores de 2G para 3G e 4G.

Mas nenhum dos investidores pesquisados está totalmente convencido do verdadeiro valor do 5G. E ninguém está confiante de que o 5G pode oferecer benefícios financeiros positivos dentro do prazo de investimento.

Eles também não têm certeza se o envelope de Capex do 5G das empresas de telecomunicações será grande o suficiente para atender às demandas. E, além disso, questionam se uma abordagem tradicional do 5G voltada para o consumidor poderá fornecer o ROI necessário.

Esses investidores estão principalmente preocupados com os preços. Com o 5G sendo frequentemente introduzido pelo mesmo preço do 4G, há preocupações de que a concorrência acirrada possa manter as margens baixas e restringir o crescimento da receita.

Este ceticismo se reflete nos preços das ações do setor, que estão abaixo do S&P 500, com índices de PE declinando em nível global.

O caso para uma estratégia que priorize a empresa

Acredito que as empresas provavelmente ganharão mais com o 5G. A pesquisa da KPMG identificou mais de US$ 4 trilhões em valor gerado em vários setores. E, de forma encorajadora, muitos investidores pensam da mesma maneira. Três quartos acreditam que a vantagem financeira virá da implantação do 5G no espaço empresarial.

Olhando para setores específicos, o relatório da KPMG “Revelando os benefícios do 5G para clientes empresariais” descobriu que implementações do 5G estilo campus podem trazer US$ 600 bilhões de valor em manufatura, US$ 400 bilhões cada nas áreas de saúde e logística e US$ 375 bilhões em tecnologia – tudo dentro de um período de um a quatro anos.

Uma abordagem que priorizasse as empresas representaria uma grande mudança com relação às evoluções anteriores de 2G, 3G e 4G, em que a rápida adoção pelo consumidor promoveu um aumento das receitas das empresas de telecomunicações.

Ao mudar sua estratégia – e sua mensagem – do consumidor para a empresa, essas organizações podem criar uma narrativa mais atraente, com base no valor e não no preço. Essa história deve entusiasmar a comunidade de investidores.

Pintando uma imagem nítida e otimista do 5G

Em todo o mundo, muitas operadoras adquiriram diferentes alocações de espectro 5G, e os investidores não sabem ao certo qual oferece o melhor desempenho.

Conforme as empresas de telecomunicações formulam sua estratégia e mensagem, é importante transmitir as tremendas vantagens do edge computing, espectro de onda milimétrica e latência ultrabaixa que trará maior agilidade, capacidade de resposta, eficiência e produtividade.

Alguns dos investidores com os quais os profissionais da KPMG falaram também estão um pouco perdidos sobre as finanças do 5G. Para tranquilizá-los, as empresas de telecomunicações devem fornecer mais detalhes sobre os níveis específicos do Capex 5G e de receitas, lucros e fluxo de caixa esperados.

Colaboração com a indústria para acelerar o lançamento do 5G

O 5G está aí para se tornar parte integrante do modelo de negócios da empresa. A colaboração com os principais parceiros pode convencer ainda mais os investidores do caso de negócios do 5G.

Imagine setores como manufatura, saúde, provedores de nuvem B2B, jogos na nuvem, veículos autônomos e administração pública. Seu investimento real em 5G pode ser limitado, mas é de seu interesse trabalhar com empresas de telecomunicações para moldar os serviços que desejam e ver uma implantação acelerada, pois seus negócios se beneficiarão enormemente com o 5G.

De fato, a KPMG estima que atrasos na implantação das redes podem reduzir o crescimento do PIB em até 5%.

Conquistando os corações e mentes dos investidores

O 5G é genuinamente transformador e conduzirá a próxima revolução industrial.

Para garantirem que o ritmo de evolução do 5G não diminua, as empresas de telecomunicações precisam atrair os investidores. O que significa que elas devem considerar o seguinte:

  • Pensar de uma maneira diferente. 5G não é apenas uma questão de velocidade – o valor real vem da solução de problemas que o 4G não consegue resolver
  • Concentrar-se na empresa e reconhecer que o 5G é um jogo de valor – e preço de acordo
  • Considerar como ser um líder em custos através da redução dos orçamentos de Opex e Capex de longo prazo e compartilhamento de ativos
  • Colaborar e criar em conjunto com parceiros da indústria que precisam do 5G para acelerar seu crescimento

Meu perfil

Conteúdo exclusivo e personalizado para você

Sign up today

conecte-se conosco

Saiba mais