close
Share with your friends

Operações de fusões e aquisições encolhem no primeiro semestre

Operações de fusões e aquisições encolhem no primeiro s

A queda nas operações de fusões e aquisições, entretanto, foi considerada pouco expressiva à luz do cenário atípico imposto pela covid-19

Conteúdo Relacionado

fusões e aquisições

Com 514 transações realizadas, as operações de fusões e aquisições registraram uma leve queda no primeiro semestre de 2020, em comparação ao mesmo período de 2019, quando foram registradas 543 operações. Os números são da Pesquisa de Fusões e Aquisições no Brasil, realizada pela KPMG.

A queda de 5,3% é considerada pouco expressiva diante do cenário de negócios atípico, decorrente da covid-19. Mas a comparação trimestral mostra, entretanto, uma diferença considerável entre o primeiro e o segundo trimestre do ano, configurando uma queda de 20% de um período para o outro, como reflexo do momento mais agudo da pandemia.

 

Saldo de operações reflete resiliência em meio à adversidade

Apesar do cenário adverso, o mercado brasileiro tem mostrado resiliência. No primeiro semestre do ano, essas operações sofreram pouca oscilação negativa. No entanto, como transações desse tipo demoram meses para serem concretizadas, os impactos da pandemia ainda devem repercutir nos próximos trimestres.

conecte-se conosco

 

Quer fazer negócios com a KPMG?

 

loading image Pedido de proposta