close
Share with your friends

O estudo “Paciente como consumidor?” faz parte do Projeto Saúde 2030, conduzido pela liderança de Healthcare e Life Sciences da KPMG no Brasil, e apoiada pela rede global da Empresa, presente com a vertical de saúde em 55 países.

O relatório revela que serviços de saúde totalmente centrados no usuário serão imprescindíveis, e essa tendência já é realidade em alguns países. Conforme as tendências demográficas e econômicas ganham força, o setor irá enfrentar grandes transformações, que impactarão drasticamente os serviços que serão necessários e a forma que serão oferecidos. 

Conforme os Millennials, Geração X e a geração de Baby Boomers entram em novas fases de vida, surgem, simultaneamente, demandas por custos mais baixos, entrega de valor e serviços que reflitam as condições e preferências dos pacientes. Portanto, consequentemente, há uma tendência crescente de pacientes que buscam tratamento médico fora dos hospitais e em locais de atendimento com maior conveniência.

Esperamos que esse material lhe seja útil, e nos colocamos desde já à disposição para os debates que eventualmente possam surgir como consequência dos temas abordados e a sua realidade organizacional.

 

Boa leitura!

 

conecte-se conosco

Conteúdo Relacionado