IFRS 16 Arrendamentos

IFRS 16 Arrendamentos

Uma análise fundamental do novo modelo contábil para arrendamentos.

1000
mulher usando tablet

Entenda o impacto para a sua empresa

Uma nova norma para arrendamentos

A IFRS 16 elimina o conceito de arrendamentos operacionais e financeiros para arrendatários que existe na IAS 17, substituindo-o por um único modelo contábil, segundo o qual os arrendatários devem reconhecer todos os arrendamentos (incluindo ativos imobilizados) no balanço como um “ativo de direito de uso” e tendo como contrapartida um "passivo de arrendamento". Os ativos de pequeno valor e os arrendamentos de curto prazo são tratados como uma exceção a este tratamento dentro da nova norma. As regras para os arrendadores não mudaram significativamente. O reconhecimento da maioria dos arrendamentos no balanço foi impulsionado pelo IASB para melhorar a transparência, a comparabilidade e a divulgação das atividades de arrendamento das empresas.

©2022 KPMG Auditores Independentes Ltda., uma sociedade simples brasileira, de responsabilidade limitada e firma-membro da organização global KPMG de firmas[1]membro independentes licenciadas da KPMG International Limited, uma empresa inglesa privada de responsabilidade limitada. Todos os direitos reservados.
O nome KPMG e o seu logotipo são marcas utilizadas sob licença pelas firmas-membro independentes da organização global KPMG.

conecte-se conosco

Meu perfil

Conteúdo exclusivo e personalizado para você